Pilares da Democracia

Esse Fórum foi criado para discussão de assuntos relacionados aos militares das FFAA e estaduais, aos cristãos e assuntos relacionados a igreja, a enfermagem e área da saúde .
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Governo reajusta salário de militares em até 137,8%

Ir em baixo 
AutorMensagem
Andbyrio



Número de Mensagens : 32
Idade : 50
Data de inscrição : 23/04/2008

MensagemAssunto: Governo reajusta salário de militares em até 137,8%   Qua Abr 23, 2008 8:52 pm

23/4/2008 20:17:00
Brasília - O ministro da Defesa, Nelson Jobim, anunciou nesta noite um reajuste para o salário dos militares que varia de 33,6% para as patentes mais altas a 137,8% para recrutas que ainda não estão engajados no serviço militar. Com a decisão, o salário dos recrutas passará de uma média de R$ 235,20 para R$ 471.

No caso desse grupo de militares, o reajuste será retroativo a janeiro e pago em parcela única. Cerca de 82 mil recrutas serão beneficiados por esse aumento. O governo ainda não decidiu se enviará o reajuste por meio de medida provisória ou projeto de lei com urgência constitucional ao Congresso.

No caso das outras carreiras militares, os reajustes serão pagos em cinco parcelas divididas até 2010. As parcelas serão pagas da seguinte forma: uma retroativa a janeiro (quando sair o aumento), outra em julho deste ano, outubro de 2008, julho de 2009 e a última em julho de 2010.

Segundo o ministro, o reajuste de um general do Exército quatro estrelas, por exemplo, fará com que o salário deste oficial passe dos atuais R$ 13.933 para R$ 18.853 em julho de 2010.

Hoje, o governo gasta cerca de R$ 27,6 bilhões para pagar militares da ativa, aposentados e pensionistas. Com os reajustes propostos, a folha de pagamento de 2011 será de aproximadamente R$ 39,9 bilhões. Os cálculos levam em conta uma inflação de 4,5% ao ano até 2010. Com isso, os recrutas terão um aumento real de aproximdamente 108%. Já os oficiais generais, terão aumento real de 18,63%.

As informações são do repórter Jeferson Ribeiro, do Terra
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
aspander
Convidado



MensagemAssunto: É ESMOLA   Qua Abr 23, 2008 9:46 pm

jÁ VIRAM O PREÇO DO FEIJÃO, DO TOMATE???

ESSE ESMOLA QUE O GEVERNO DEU, NÃO RESOLVE.

CONTINUEMOS A LUTA PELA PEC 245, OK...

OU ENTÃO EM 2011 VOLTA SER TUDO IGUAL, A MESMA CHORADEIRA
Voltar ao Topo Ir em baixo
janio



Número de Mensagens : 18
Idade : 65
Data de inscrição : 23/04/2008

MensagemAssunto: Re: Governo reajusta salário de militares em até 137,8%   Qui Abr 24, 2008 7:52 am

É uma vergonha.
É miséria.
Vamos continuar a luta.
Luta agora pela Pec.
Perdemos a batalha pela reposição, mas não perdemos a guerra.
As duas próximas batalhas: PEC e eleger o maior número possível de Militares nas eleições municipais deste ano.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
janio



Número de Mensagens : 18
Idade : 65
Data de inscrição : 23/04/2008

MensagemAssunto: Re: Governo reajusta salário de militares em até 137,8%   Qui Abr 24, 2008 8:25 am

REPOSIÇÃO REAL DE UM PRIMEIRO TENENTE APÓS DESCONTO DE 27,5% DO IMPOSTO DE RENDA:
È 28,98 SÓ ISSO E NADA MAIS, DIGO, DIVIDIDO EM CINCO PARCELAS
É HUMILHAÇÃO.
É VERGONHA.
É DEBOCHE.
MAS É ISSO AMIGOS NÃO NOS ABATEMOS,
ACHAI ÂNIMO E PREPAREMO-NOS PARA AS BATALHAS SEGUINTES
A LUTA
BRASIL E FFAA UNIDAS ACIMA DE TUDO
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
janio



Número de Mensagens : 18
Idade : 65
Data de inscrição : 23/04/2008

MensagemAssunto: Re: Governo reajusta salário de militares em até 137,8%   Qui Abr 24, 2008 5:31 pm

ESTÃO BRINCANDO CONOSCO.
NOS HUMILHANDO, E POR CIMA ANUNCIAM AUMENTO.
QUE AUMENTO? ISTO NÃO PASSOU DE UMA MERRECA DE REPOSIÇÃO SALARIAL QUE NOS DEVEM A ANOS, QUE É ACIMA DE 100%.
E DIZEM QUE É RENDA.
SIM É RENDA PORQUE DESCONTAM IMPOSTO DE RENDA.
PESSOAL ISSO É SALÁRIO NÃO RENDA. NOS ROUBAM NA FONTE.
SIM É ROUBO PORQUE USAM DA VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA E MORAL, E TU FICAS INERTE, SEM REAÇÃO. UM ABSURDO.
VAMOS LUTAR PELA PEC, DEPOIS LUTAR PELA ISENÇÃO DO IMPOSTO DE RENDA PORQUE NÃO TEMOS RENDA E SIM SALÁRIO MINGUADOS..
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
aspander
Convidado



MensagemAssunto: PEC245 x Pec 249   Qui Abr 24, 2008 6:47 pm

Pessoal a PEC 245 é furada, o negócio é a PEC 249 ok
vejam porque

Em 29 Dez 2000, quando chegou ao Congresso a MP 2131 (atual MP 2215-10 – Lei de Remuneração dos Militares), trazendo em seu bojo “reajuste” de aproximadamente 30%, houve festa nos quartéis.

Analisamos, então, a MP e notamos que, na verdade, acabávamos de ser “presenteados” com o maior engodo salarial da história das Forças Armadas.

A par da grande majoração dos soldos, houve significativa redução dos adicionais e os descontos obrigatórios para a pensão militar e para o fundo de saúde sofreram enormes aumentos. Além do mais, acabávamos de perder os proventos do grau hierárquico superior por ocasião da inativação, a LE, o tempo universitário para os profissionais da saúde, o anuênio, etc. Resumindo: perdíamos a esperança e a motivação para a nobre carreira.

Esta herança maldita nos acompanha até hoje. Só nada perdeu quem, naquela fatídica data, contava 30 ou mais anos de serviço ou seja, todos os nossos superiores que até foram presenteados com o adicional de permanência. Se estes tivessem também perdido os proventos do posto acima, a história seria outra.

Hoje, apesar de, certamente, bem intencionado, o Deputado Marcelo Itagiba, do meu Estado, acaba de apresentar a PEC 245, de 2008, que visa transformar em subsídios a remuneração dos oficiais generais de 4 estrelas, vinculando-a à dos ministros do Superior Tribunal Militar. Deixa de existir o Soldo, a Compensação Orgânica, o Tempo de Serviço, o Adicional Militar, a Habilitação Militar, etc. Dentro do mesmo posto ou graduação, todos, sem exceção, passariam a perceber o mesmo subsídio.

Se aprovada, resolverá sim o problema destes honrados Oficiais Generais do último posto que merecem ganhar, a título de subsídio, o correspondente a 95% da remuneração dos ministros do STM, ou seja, R$ 22.111,25.

Contudo, a PEC 245 estabelece que a diferença remuneratória entre os postos e graduações poderá ser de até 30%, (por favor, leia a PEC 245 antes de elogiá-la e divulgá-la), revelando o pecado originário da proposta que pode, do posto de Coronel para baixo, não garantir qualquer ganho, além de propiciar que futuros reajustes sejam concedidos apenas aos Generais de 4 estrelas e os demais simplesmente zero.

Atualmente, um Ministro do STM percebe, a título de subsídio, R$ 23.275,00 se aprovada a PEC, um General-de-Exército receberá o valor de R$ 22.111,25. Daí, decrescendo, para definir as remunerações dos demais postos e graduações basta multiplicar este novo subsídio por 0,7 (30% de diferença) e veremos que a partir de Coronel nenhum ganho seria garantido levando-se em conta atual sua remuneração / proventos.

Não é justo que muitos capitães, tenentes, subtenentes e sargentos contatem parlamentares para dar “uma força” para a aprovação da PEC 245 com o risco do resultado ser desastroso para esse segmento pois, como já disse, a diferença de até 30% entre os postos e graduações, definida em Lei Ordinária, em nada garante a esses militares o mesmo percentual concedido aos Ministros do STM.

Como não fui procurado pelo Deputado Marcelo Itagiba, combativo parlamentar, para a confecção de sua PEC 245, após contato com o Deputado Laerte Bessa, do DF, resolvemos apresentar outra, o que foi feito ontem, tendo a mesma se transformado na PEC 249, de 2008, que no mérito, em caso de sua promulgação, garantirá remuneração justa para todos os militares, do General ao Soldado.

Em seu texto, o Deputado Laerte Bessa, propõe como limite das diferenças entre os postos e graduações o percentual máximo de 10%, além de vincular a remuneração dos militares à dos Ministros do Supremo Tribunal Federal, diferente da proposta do Deputado Marcelo Itagiba que utiliza a dos ministros do STM como parâmetro.

A solução dos problemas salariais das FFAA não passa por propostas simplistas, pois se assim o fosse eu ou outro parlamentar qualquer já teria resolvido a questão. Contudo é louvável o esforço em perseguir, nesta Casa, remuneração adequada para estes profissionais. Dessa forma mantemos viva a chama da necessidade de remuneração adequada às FFAA. Lamento a forma fácil como muitos militares se iludem com propostas que só nos apresentam em época de crise ou eleitoral.

Nossos cumprimentos ao Deputado Laerte Bessa pela proposta justa para todos os Oficiais e Praças que vivem a agonia de serem reconhecidos pelos últimos nefastos governos do Brasil.

Conforme entendimento que mantive com o Ministro Nelson Jobim, logo que seja publicada a Lei que reajusta os militares, a Defesa se empenhará no sentido de que o Congresso vote a MP 2215-10, acolhendo emendas que concedam transição para os proventos do grau hierárquico superior, a LE, entre outras.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Governo reajusta salário de militares em até 137,8%   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Governo reajusta salário de militares em até 137,8%
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Hidratações no salão
» Pizzaria: Delivery ou salão? Particularidades da administração, estrutura e serviços.
» Tratamentos com calor
» Cabeleireiro Deva em Brasília?
» Permanente Afro

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Pilares da Democracia :: Fórum Militar :: Fórum reajuste salarial-
Ir para: